Bula Muvinor

Laboratório

Libbs

Referência

policarbofila cálcica

Apresentação de Muvinor

Cart. c/ 1 fr. c/ 30 compr. de 625mg.

Muvinor – Indicações

Pode ser usado quando se deseja a regularização do hábito intestinal, com o aumento do teor de água das fezes: Na obstipação intestinal crônica, funcional ou associada à diverticulose. Na síndrome do intestino irritável, quer nos períodos de constipação quer nos episódios diarréicos. Na obstipação secundária a alterações na dieta, mudança de hábitos ou períodos variáveis de restrição ao leito, por enfermidade clínica ou cirúrgica. Nas doenças perianais onde o amolecimento e um maior teor de água nas fezes sejam desejáveis, como nas fissuras e abscessos anais e nas hemorróidas. No tratamento sintomático das diarréias agudas e crônicas.

Contra-indicações de Muvinor

Muvinor (policarbofila) não deve ser usado quando houver dor abdominal, náusea ou vômitos
de causa não esclarecida ou na suspeita de obstrução em qualquer parte do tubo digestivo. Não deve ser utilizado por pacientes que apresentem hipersensibilidade à policarbofila.

Advertências

A ingestão deste produto com quantidade insuÞ ciente de líquidos pode causar obstrução na
garganta ou no esôfago, especialmente em pacientes idosos. Se você tem diÞ culdade de engolir não tome o produto. Se após tomar o produto, você sentir dor no peito, diÞ culdade de respirar ou engolir, procure um médico.

Uso na gravidez de Muvinor

Constipação é um problema freqüente na gravidez. Muvinor (policarboÞ la)
não é absorvido pelo trato digestivo, sendo seguro neste período e durante a
amamentação. Ainda assim, só use o medicamento na gravidez sob supervisão
de um médico.

Interações medicamentosas de Muvinor

Muvinor (policarboÞ la) poderá afetar a absorção de outros medicamentos, como micofenolato
mofetila, ciproß oxacino e tetraciclina. Muvinor (policarboÞ la) deve ser tomado pelo menos
1h antes ou 2h depois de outras medicações.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Muvinor

Não se espera haver reações adversas, uma vez que a policarbofila não é absorvida pelo trato gastrointestinal. Não foram descritas reações relacionadas ao produto nestes sistemas.
Nenhum efeito teratogênico foi encontrado em estudos em animais.
A policarbofila não é absorvida pelo trato gastrointestinal, portanto, nenhum efeito sobre o feto é esperado.
Plenitude abdominal, náuseas, vômitos e flatulência podem ocorrer com o uso da policarbofila. Esses efeitos geralmente cessam em poucos dias com a continuação do tratamento, ou com o uso de doses menores e mais freqüentes.

Muvinor – Posologia

Adultos e crianças com mais de 12 anos: A dose inicial recomendada é de 1 a 2 comprimidos a cada 12h, tomados preferencialmente durante ou após as refeições. É possível que a ingestão no período pré-prandial reduza o apetite. A critério médico, pode-se ajustar a dose até o máximo de 6g ao dia.
Crianças com menos de 12 anos: a critério médico.
A dose deve ser administrada ingerindo-se um copo de água cheio.

Superdosagem

Em caso de superdosagem procure auxílio médico imediatamente.
Não há descrição de intoxicação pelo policarboÞ la, uma vez que não há absorção pelo tubo digestivo.
O tratamento da superdosagem deve ser sintomático.

Características farmacológicas

FARMACODINÂMICA
Em meio ácido, os íons cálcio são liberados e a policarbofila consegue absorver 60 a 100 vezes do seu peso em água. Essa notável capacidade absortiva é a base do seu efeito terapêutico, dando consistência ao bolo fecal. A policarbofila não é absorvida do trato gastrintestinal e é metabolicamente inerte.
A base para utilização da policarbofila tanto na constipação como na diarréia se deve às suas propriedades modificadoras da consistência fecal. No tratamento da diarréia a policarbofila age absorvendo a água fecal livre, formando um gel, permitindo assim a formação de fezes na consistência padrão. Do mesmo modo, no tratamento da constipação, age retendo a água livre dentro do lúmen intestinal (aumentando a pressão luminar, levando ao aumento da peristalse e reduzindo o tempo do trânsito intestinal), produzindo fezes numa consistência padrão.
FARMACOCINÉTICA
A policarbofila não é absorvida no trato gastrintestinal, exercendo ação exclusivamente local. Os primeiros sinais de melhora na peristalse intestinal costumam ocorrer entre 12 e 72h após a primeira dose.
Cada comprimido revestido de Muvinor contém 125 mg de cálcio elementar.

Resultados de eficácia

A policarbofila cálcica é utilizada no tratamento da constipação crônica, síndrome do intestino irritável, diverticulose, e constipação durante a gravidez, convalescença e senilidade.
Síndrome do intestino irritável
Toskes et al, 1993, utilizaram a policarbofila na dose de 6g/dia em 23 pacientes com síndrome do intestino irritável em um estudo randomizado, duplo-cego, cruzado, placebo-controlado, durante seis meses, no qual foi demonstrado que o uso da policarbofila melhora os parâmetros globais de resposta à terapia, com alívio da sensação de náusea, dor e distensão abdominal. 71% dos pacientes preferiram a policarbofila ao placebo.
Constipação
Bass et al 1988, avaliaram 68 pacientes com constipação crônica em estudo aberto, aleatório e cruzado com histórico de constipação crônica, com o objetivo de comparação da eficácia do Psyllium com a policarbofila (dose máxima de 4g). Ambos os fármacos apresentaram a mesma eficácia no controle da constipação crônica.
Pimparker et al, 1961ª, em um estudo duplo-cego em 26 pacientes com constipação crônica devido à síndrome do colo irritável, prescrita em pacientes acamados e com esteatorréia oculta idiopática, demonstraram que a normalização da função intestinal e a consistência das fezes foram restauradas em 83% e 72%, respectivamente, dos pacientes que receberam a policarbofila cálcica em doses diárias de 5 g em intervalos de 12 h, ingeridas com cerca de 200 mL de água.Grossman et al, 1957, demonstraram que a policarbofila cálcica, administrada em doses diárias de 450 a 1000 mg, 3 a 4 vezes foi efetiva como formadora de bolo laxativo em pacientes acamados e em pacientes ambulatoriais de um estudo não controlado.
Diarréia
Gizzi et al, 1993, em estudo único cego, cruzado, placebo-controlado, avaliaram o efeito da policarbofila (6 comprimidos/dia/8 semanas em 10 pacientes apresentando diarréia não específica). O uso da policarbofila reduziu o número de evacuações e aumentou a consistência das fezes sem produzir efeitos adversos.
AMAS, 1983, foi demonstrado que a policarbofila pode modificar o efluente na diarréia aquosa crônica, devido à sua capacidade de absorver grandes quantidades de água, podendo ser útil em pacientes com dieta restrita de sódio (0,02 miliequivalentes sódio/comprimido).
Pimparker et al, 1961ª, realizaram um estudo duplo-cego com 24 pacientes com diarréia severa (devido à enterocolonopatia funcional, ileíte e íleocolite local, carcinomatose abdominal e diverticulite), onde 69% dos pacientes obtiveram benefício sintomático (freqüência de evacuação diminuída e restabelecimento da consistência fecal) através da administração da policarbofila cálcica em uma dose diária de 5 g em intervalos de 12 horas, ingeridas com cerca de 200 mL de água.

Modo de usar

Os comprimidos revestidos de Muvinor são oblongos, biconvexos e de cor amarela.
Muvinor deve ser ingerido com água. Cada dose deve ser tomada com 1 copo com aproximadamente 200 mL de água, de preferência durante ou após as refeições. A ingestão insuficiente de líquidos com a medicação pode causar engasgo e obstrução do esôfago.
Durante o tratamento com Muvinor é recomendada a ingestão de pelo menos 1 a 2 litros de água por dia.
Não devem ser utilizados mais que 12 comprimidos em um período de 24 horas.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Uso pediátrico e em idosos: não é necessário ajuste de dose, pois Muvinor não é absorvido pelo organismo.
Uso em insuficiência renal, durante diálise e em insuficiência hepática: não é necessário ajuste de dose, pois Muvinor não é absorvido pelo organismo.

Armazenagem

Este medicamento deve ser conservado a temperatura ambiente, entre 15°C e 30°C, protegido da umidade.
O prazo de validade do medicamento é de 24 meses após a data de fabricação impressa na sua embalagem externa.

Muvinor – Informações

Muvinor (policarbofila) tem como princípio ativo a policarbofila cálcica que é um sal de cálcio do ácido poliacrílico ligado ao divinilglicol. Em meio ácido, o produto libera o cálcio e consegue absorver 60 a 100 vezes seu peso em água. Essa notável capacidade absortiva é base do seu efeito terapêutico, dando consistência ao bolo fecal. A policarbofila não é absorvida no trato gastrointestinal, exercendo ação exclusivamente local. O primeiro movimento intestinal costuma ocorrer entre 12 e 72h após a primeira dose.
Cada comprimido de Muvinor (policarbofila) contém 125 mg de cálcio elementar.

Dizeres legais

Data de fabricação, lote e validade: vide cartucho.
MS nº 1.0033.0113
Farmacêutica Responsável:
Cíntia Delphino de Andrade ? CRF ? SP nº 25.125
LIBBS FARMACÊUTICA LTDA
Rua Raul Pompéia, 1071 ? São Paulo ? SP
CEP 05025-011
CNPJ: 61.230.314/0001-75
INDÚSTRIA BRASILEIRA
UNIDADE EMBU: Rua Alberto Correia Francfort,88.
Embu ? SP CEP 06807-461
CNPJ: 61.230.314/0005-07
www.libbs.com.br
Serviço de Atendimento LIBBS
08000-135044
libbs@libbs.com.br

Autor(a): 

Médico formado pela Faculdade de Medicina de Valença - FAA.
Cirurgião Dentista formado pela FOV.

  • googleplus
  • facebook
Dúvidas serão respondidas apenas em nosso FORUM, entre e faça sua pergunta.

 

Deixe seu Comentário

You must be logged in to post a comment.